A taça do Volante

Ontem o Sport Club Internacional sagrou-se campeão do Campeonato Nacional Gaúcho ao derrotar o S.E.R. Caxias pelo placar de 2×1.

O título, por si só, já representaria uma enorme façanha ao colorado, afinal, o Gauchão é o torneio mais difícil do planeta, mas a conquista ainda teve um sabor especial. Especial e cauteloso.

Foi uma taça de VOLANTE. Mais especificamente, uma taça de Sandro Silva.

Renegado até poucos dias atrás, Sandro Silva foi o fator de desequilíbrio em uma final muito equilibrada. O volantão iniciou a reação colorada que culminaria com o gol de Leandro reserva do Alecsandro Damião.

O Inter havia renegado Sandro. O volante andou esquecido, escanteado. E seu renascer só prova que volante algum deve ser deixado de lado.

Hoje Sandro Silva é o centro técnico e tático da equipe do Internacional.

Hoje Sandro Silva é o pilar de sustentação do atual campeão nacional Gaúcho.

Que isso sirva de lição. Erraram com Matias, acertaram com Sandro Silva.

Parabéns, Internacional! Parabéns, Sandro Silva!

Atacantes ganham jogos. Volantes ganham campeonatos.

UM VIVA AO VOLANTÃO! UM VIVA A SANDRO SILVA!

14 MAY 2012