DECIME QUE SE SIENTE

celso-roth-3064326792

Quando tudo na vida parece não ter mais solução, quando o chão parece desabar sob nossos pés, quando o futuro mostra-se nebuloso e incerto é hora de procurar seu porto seguro. Graças a meu talento e cautela construída ao longo dos anos eu tenho dois. Duas casas. Dois portos seguros.

 

Vim para um deles. Arena do Grêmio. O outro, como imaginam, é também às margens do Rio Guaíba, em nossa amada Porto Alegre. Mas quis a tabela que dessa vez meu cauteloso barquinho ancorasse na Arena tricolor.

 

Minha tripulação: um bando de renegados, excluídos da sociedade. Mas havia um marujo experiente, carequinha, canhoto. E havia um cauteloso capitão. No outro barquinho um grupo de bons e talentosos navegadores, mas com um capitão que não sabe nem ao certo onde fica o horizonte.

 

O resultado: PAI JUAREZ RENASCEU. Enderson afundou, como eu esperava.

 

PAI JUAREZ NUNCA ESTÁ MORTO.

 

AJOELHA-TE, Ó IMORTAL TRICOLOR, E PEDE A BENÇÃO A TEU CAUTELOSO PAI.

 

ENDERSON, DECIME QUE SE SIENTE

TENER EM CASA TU PAPÁ

TE JURO QUE AUNQUE PASSIEN LOS AÑOS

NUNCA ME VOY A OLVIDAR

QUE ZÉ LOVE DOBLETÓ

QUE ALEX TE MATÓ

LA CAUTELA ESTAY REINANDO HASTA HOY…

 

Desculpem-me, amigos gremistas, mas pelo menos lhes fiz um favor: derrubei o canastrão Enderson Moreira.

27 JUL 2014

Juarez breve voltará

93457_roth

 

Cautelosos leitores do blog, vocês bem sabem que a vida, ainda mais a futebolística, é um espiral sem fim. Tudo vai, tudo volta. E meu regresso se aproxima.

 

A fase do meu Coritiba não é boa, também pudera, meu time é tão ruim, mas tão ruim, que quanto mais eu treino mais piora. Sinto-me treinando um Alex e dez Parás. A vida anda muito dura. E domingo, como todos sabem, enfrento o Grêmio na Arena – o primeiro de muitos jogos que comandarei neste estádio.

 

E justamente esse é o ponto de ligação dessa grande roda gigante que é a vida. Caso eu venha a ser dimitido – o que admito, é bem possível – seria demitido duas rodadas antes do grenal, e vocês sabem, grenal derruba a casa. Grêmio e Inter possuem times caros, estádios novos (ou renovados), estão cheios de expectativas e não conseguem chegar perto do Cruzeiro. Nem no G4 estão. Tanto Abel como Enderson, principalmente este último, que acha tudo normal, não estão muito prestigiados com as direções e a torcida.

 

Eu livre no mercado alguns dias antes de um grenal importantíssimo sou um perigo real ao emprego de qualquer treinador da dupla. Veremos o que o futuro nos reserva, mas, mais certo que a guampa e a morte é que eu, em breve, retornarei.

25 JUL 2014

Brazil x Alemanha: NOTAS

 

foto

Todo mundo já sabe que o sonho dos brazileiros acabou. Foi o maior fiasco da história do futebol (até que perder pro Mazembe não foi tão ruim assim – risos).

 

Felipão errou ao não entrar com três volantes. E eu avisei, não digam que não avisei.

 

Vamos então à análise cautelosa de como foram os jogadores no Massacre do Mineirão:

 

Júlio César: se fosse um portão eletrônico teria quebrado o motor com ele aberto. O que chegou, passou. Nota 0

 

Maicon: se Daniel Alves é uma avenida, Maicon foi uma AUTOBUN alemã. Nota 0

 

David Luiz: empolgou-se achando ser o melhor zagueiro-barra-volante-barra-meia do mundo. Cada vez que ia ao ataque saia um gol da Alemanha. Nota 0

 

Dante: nem a obra poética de Dante Allighieri descreve tão bem o inferno quanto sua atuação. Nota 0

 

Marcelo: um guri perdido na vida. Nota 0

 

Fernandinho: foi um inho. Nota 0

 

Luiz Gustavo: como volante é bom, mas como espião alemão que conhecia todo o time adversário passando dicas ao Felipão foi um desastre. Nota 0

 

Bernand: usou sua alegria nas pernas para pular sete ondinhas nos mares da bavaria (lá tem mar?). Nota 0

 

Oscar: se escondeu a copa inteira e depois que estava 7×0 resolveu aparecer. Craque no timing. Nota 0

 

Hulk: de incrível só o fato de vestir a amarelinha. Nota 0

 

Fred: um exoesqueleto com grife: Nota 0

 

Paulinho: conseguiu treinar no segundo tempo com a Alemanha. Nota 0

 

Ramires: tinha o melhor ingresso pra semifinal. Nota 0

 

William: se a propaganda fosse da Fruki teria jogado melhor. Nota 0

 

Felipão: deixou de escalar três volantes e voltou com sete na sacola. Nota 0

 

08 JUL 2014