Bom Cabrito não berra.

Informações, desinformações e contrainformações. Muitas notícias desencontradas. Resolvi usar toda minha cautela e influência e desvendar o mistério da contratação da mais jovem promessa tricolor: Enrico Cabrito.

Lateral esquerdo, que por vezes joga de volante e seria oriundo da Argentina, Cabrito tem como principal característica o cruzamento. Isso de acordo com um jornalista amigo meu que preferiu não se identificar, mas essas foram, ipsis litteris, suas palavras: “é bom esse Cabrito, heinhô”. Como aprendi a nunca partir para o ataque, fui checar a informação.

Conversei durante cerca de meia hora com meu amigo Fábio Koff, que, do alto de sua rouquidão, jurou desconhecer o jogador. Não acreditei. Vivo do futebol há mais de trinta anos e sei como é comum dirigentes negarem eventuais negócios. Insisti e procurei Rui Costa. Rui negou veementemente. Disse que jamais havia ouvido falar de um jogador com a alcunha Enrico Cabrito.

Já estava desistindo quando me ocorreu a idéia de conferir com o maior joranlista do RS. Prefiro peservar minhas fontes, mas o rapaz, de nome turco, foi enfático: “Não se briga com a notícia. Cabrito é do Grêmio. Inclusive sua esposa já se matriculou em uma faculdade de Porto Alegre, vai cursar agronomia.”.

Minhas dúvidas acabaram ali. O Grêmio estava, sim, contratando uma jovem promessa do futebol argentino. Ou uruguaio. A nacionalidade é um mero detalhe, tudo belezinha?

Voltei a ligar para meu amigo Fábio Koff. Confrontei as informações. Koff apenas ria ao telefone. Decidi chegar sozinho ao fim do mistério.

Eis a conclusão óbvia: Cabrito é o famoso jogador do cofre, esteve treinando escondido durante todo esse início de ano. Comeu a grama na pré-temporada, motivo pelo qual o gramado da Arena encontra-se em condições precárias. Manteve-se calado durante todo esse tempo; o bom cabrito não berra. Será inscrito na Libertadores com a camisa nº 6 e prometeu comemorar seu primeiro gol com a camisa tricolor balindo um feitôôôôôôô.

Não se briga com o Cabrito. BÉÉÉÉÉÉÉÉÉHHHH (RISOS)…