DECIME QUE SE SIENTE

celso-roth-3064326792

Quando tudo na vida parece não ter mais solução, quando o chão parece desabar sob nossos pés, quando o futuro mostra-se nebuloso e incerto é hora de procurar seu porto seguro. Graças a meu talento e cautela construída ao longo dos anos eu tenho dois. Duas casas. Dois portos seguros.

 

Vim para um deles. Arena do Grêmio. O outro, como imaginam, é também às margens do Rio Guaíba, em nossa amada Porto Alegre. Mas quis a tabela que dessa vez meu cauteloso barquinho ancorasse na Arena tricolor.

 

Minha tripulação: um bando de renegados, excluídos da sociedade. Mas havia um marujo experiente, carequinha, canhoto. E havia um cauteloso capitão. No outro barquinho um grupo de bons e talentosos navegadores, mas com um capitão que não sabe nem ao certo onde fica o horizonte.

 

O resultado: PAI JUAREZ RENASCEU. Enderson afundou, como eu esperava.

 

PAI JUAREZ NUNCA ESTÁ MORTO.

 

AJOELHA-TE, Ó IMORTAL TRICOLOR, E PEDE A BENÇÃO A TEU CAUTELOSO PAI.

 

ENDERSON, DECIME QUE SE SIENTE

TENER EM CASA TU PAPÁ

TE JURO QUE AUNQUE PASSIEN LOS AÑOS

NUNCA ME VOY A OLVIDAR

QUE ZÉ LOVE DOBLETÓ

QUE ALEX TE MATÓ

LA CAUTELA ESTAY REINANDO HASTA HOY…

 

Desculpem-me, amigos gremistas, mas pelo menos lhes fiz um favor: derrubei o canastrão Enderson Moreira.

27 JUL 2014

Juarez breve voltará

93457_roth

 

Cautelosos leitores do blog, vocês bem sabem que a vida, ainda mais a futebolística, é um espiral sem fim. Tudo vai, tudo volta. E meu regresso se aproxima.

 

A fase do meu Coritiba não é boa, também pudera, meu time é tão ruim, mas tão ruim, que quanto mais eu treino mais piora. Sinto-me treinando um Alex e dez Parás. A vida anda muito dura. E domingo, como todos sabem, enfrento o Grêmio na Arena – o primeiro de muitos jogos que comandarei neste estádio.

 

E justamente esse é o ponto de ligação dessa grande roda gigante que é a vida. Caso eu venha a ser dimitido – o que admito, é bem possível – seria demitido duas rodadas antes do grenal, e vocês sabem, grenal derruba a casa. Grêmio e Inter possuem times caros, estádios novos (ou renovados), estão cheios de expectativas e não conseguem chegar perto do Cruzeiro. Nem no G4 estão. Tanto Abel como Enderson, principalmente este último, que acha tudo normal, não estão muito prestigiados com as direções e a torcida.

 

Eu livre no mercado alguns dias antes de um grenal importantíssimo sou um perigo real ao emprego de qualquer treinador da dupla. Veremos o que o futuro nos reserva, mas, mais certo que a guampa e a morte é que eu, em breve, retornarei.

25 JUL 2014

Brazil x Alemanha: NOTAS

 

foto

Todo mundo já sabe que o sonho dos brazileiros acabou. Foi o maior fiasco da história do futebol (até que perder pro Mazembe não foi tão ruim assim – risos).

 

Felipão errou ao não entrar com três volantes. E eu avisei, não digam que não avisei.

 

Vamos então à análise cautelosa de como foram os jogadores no Massacre do Mineirão:

 

Júlio César: se fosse um portão eletrônico teria quebrado o motor com ele aberto. O que chegou, passou. Nota 0

 

Maicon: se Daniel Alves é uma avenida, Maicon foi uma AUTOBUN alemã. Nota 0

 

David Luiz: empolgou-se achando ser o melhor zagueiro-barra-volante-barra-meia do mundo. Cada vez que ia ao ataque saia um gol da Alemanha. Nota 0

 

Dante: nem a obra poética de Dante Allighieri descreve tão bem o inferno quanto sua atuação. Nota 0

 

Marcelo: um guri perdido na vida. Nota 0

 

Fernandinho: foi um inho. Nota 0

 

Luiz Gustavo: como volante é bom, mas como espião alemão que conhecia todo o time adversário passando dicas ao Felipão foi um desastre. Nota 0

 

Bernand: usou sua alegria nas pernas para pular sete ondinhas nos mares da bavaria (lá tem mar?). Nota 0

 

Oscar: se escondeu a copa inteira e depois que estava 7×0 resolveu aparecer. Craque no timing. Nota 0

 

Hulk: de incrível só o fato de vestir a amarelinha. Nota 0

 

Fred: um exoesqueleto com grife: Nota 0

 

Paulinho: conseguiu treinar no segundo tempo com a Alemanha. Nota 0

 

Ramires: tinha o melhor ingresso pra semifinal. Nota 0

 

William: se a propaganda fosse da Fruki teria jogado melhor. Nota 0

 

Felipão: deixou de escalar três volantes e voltou com sete na sacola. Nota 0

 

08 JUL 2014

Brazil x Chile: NOTAS

festa05mineiraovitoriamatsuterra

 

Júlio César: chorou, mas salvou. Nota 9

 

Daniel Alves: o cabelo de Ana Maria Braga não fez evoluir seu futebol. Nota 2

 

Thiago Silva: um guri mijado, jogando de fraldas. Como capitão é pior que o do Costa Concordia. Nota 0

 

David Luiz: quem me acompanha sabe o quanto eu criticava esse rapaz. Mordi a língua. Mostrou que tem COLHÕES, é um gigante na Copa. Nota 8

 

Marcelo: se era pra ficar de firulinha na lateral uma foca seria mais bonitinha. Nota 1

 

Luiz Gustavo: muito bem outra vez, um senhor volante. Nota 7

 

Fernandinho: não cagou nem saiu da moita. Nota 5

 

Oscar: mais sumido que tico no frio, outro guri mijado. Nota 2

 

Neymar: seu pior jogo na Copa, mas conseguiu, diferente de outros borrados, segurar o rojão nos pênaltis. Nota 6

 

Hulk: Entregou um gol e perdeu um pênalti. E esse foi o seu melhor jogo pela seleção. Sua função é as gurias gostarem de sua bunda. Não joga um ovo. Nota 0

 

Fred: tem a mesma utilidade que uma capa de chuva no deserto do Saara. Era melhor ter convocado o André Lima. Nota 1

 

Jô: entrou e conseguiu a proeza de ser pior que o Fred. Nota 0

 

Ramires: nunca me enganou. Nota 1

 

William: sua melhor atuação na copa foi uma propaganda de guaraná. E não era Fruki. Nota 0

 

Felipão: fez tudo errado, mas nasceu com duas bundas viradas pra lua. Nota 6 pela sorte.

28 JUN 2014

Brazil x Camarões: NOTAS

16628839

 

Júlio César: uma ameba vestida de cinza, a que foi no gol entrou. Nota 1

 

Daniel Alves: um Pará sem moicano. Nota 0

 

David Luiz: jogou como zagueiro tem que jogar, mais grosso que dedão do pé quebrado. Nota 7

 

Thiago Silva: muita conversa fiada pra pouca coisa em campo. Nota 4

 

Marcelo: pelo menos não fez gol contra. Nota 5

 

Luiz Gustavo: um cão de guarda à frente da zaga, volante-volante. Nota 8

 

Paulinho: jogava muito antes de virar um zumbi. Nota 1

 

Hulk: se era pra ficar só mostrando a bunda era melhor escalar um babuíno. Nota 2

 

Oscar: faltou a 4ª marcha, mas melhorou no segundo tempo. Nota 5

 

Neymar: a calopsita cresceu, jogou demais. Nota 8

 

Fred: recebeu uma injeção de adrenalina no coração e renasceu no 2º tempo. Gostei do bigode. Nota 6

 

William: precisa cortar o cabelo. Nota 4

 

Ramires: para nóoooossa alegriiiia. Nota 5

 

Fernandinho: mostrou ao mundo o que um volante é capaz. Virou titular. Nota 7.

 

Camarões: camarão que dorme a onda leva. O pior time da copa. Nota 0.

23 JUN 2014

Muito mais que França x Honduras

unnamed

 

Sim, tem, teve e ainda terá MUITA Copa. E eu estava lá. Ontem fui ao meu primeiro jogo. Domingo de tempo bom, estádio Beira-Rio, França x Honduras. Mas foi muito mais que um jogo entre uma seleção europeia campeã do mundo e outra desconhecida da América Caribenha.

 

O jogo de ontem mostrou o que de melhor há no povo que ama futebol: a integração. Para qualquer lado que se olhava havia colorados, gremistas, palmeirenses, flamenguistas, todos misturados, corneteando uns aos outros, abraçados, rindo, cantando… uma cena que deveria perdurar, deveria ficar de legado. É possível ser rival sem ser inimigo. Quem estava lá sentiu, o clima era maravilhoso!

 

Há anos sonhamos com estádios sem muros, sem barreiras, sem brigas. Ontem tivemos isso. Coisas que, por enquanto, só a Copa foi capaz de nos dar. Tomara que tenha sido plantada ontem a sementinha de que sim, isso é possível.

 

Mas, como quem acompanhou pela tv viu, não havia só brasileiros. Quase metade do estádio estava tomada por estrangeiros. Alguns mexicanos, uns americanos e muitos, mas muitos hondurenhos e franceses. Alegres, cantando, pulando, era uma festa sem tamanho. Os franceses, mais exaltados. Ao meu lado, dois deles, ensandecidos, puxavam a ola e cantavam Allez Les Bleus a todo instante. Até Asterix e Obelix estavam lá!

 

A Copa é capaz de reunir num mesmo local torcedores de todo o mundo. É capaz de unir lado a lado, em paz e em clima de confraternização de churrasco, torcedores rivais. É capaz de fazer com que um torcedor auxilie um voluntário a ajudar um francês que, como bom francês, não fala o inglês.

 

Que coisa sensacional é participar de um jogo de copa do mundo. Que coisa linda é ver, sentados juntos, gremistas e colorados, abraçados, apenas assistindo a um jogo de futebol, aproveitando a vida. Que sirva de exemplo. Que, após a copa, esse clima maravilhoso que vivemos ontem no Beira-Rio se espalhe por todos os estádios e campeonatos daqui. Os bons são maioria. É possível, sim!

16 JUN 2014

BRAZIL 3X1 CROÁCIA: NOTAS

Fred-agua-Foto-Paulo-Sergio_LANIMA20121020_0087_47

 

Foi suado, foi roubado, mas foi. A seleção do GAÚCHO Felipão tomou um susto e depois virou, com uma bela ajudinha do Juizão do Japão que ninguém sabe escrever o nome. Vamos às notas:

 

Júlio César: tentou entregar a todo instante, mas nem isso conseguiu. Nota 2

 

Daniel Alves: provou que é um Pará com empresário bom. Nota 1

 

Thiago Silva: a braçadeira de capitão pesou mais que aquela nossa tia gorda que faz cupcake. Nota 2

 

David Luiz: foi o melhor da zaga, e após a vitória tirou o Fuleco do meio de sua cabeleira. Nota 7

 

Marcelo: o melhor atacante croata, na chance que teve estufou as redes. Nota 0

 

Luiz Gustavo: o bigode faz de um volante um volantão. Nota 8

 

Paulinho: atacou demais pra um volante. Nota 4

 

Oscar: mostrou que aprendeu comigo quando o deixava na reserva e conseguiu crescer como ser humano, fui fundamental na formação do atleta. Nota 8

 

Hulk: só recebeu elogios da mulherada, e mulher não entende nada de futebol. Nota 1

 

Neymar: já é o dono da queda mais bonita de todas as Copas e fez dois gols. Nota 8

 

Fred: até o Di Capprio lhe daria um Oscar pelo pênalti cavado. Nota 7 (como ator)

 

Hernanes: conseguiu ganhar um amarelo. Nota 5

 

Bernard: mais perdido que cego em briga de foice. Nota 3

 

Juizão Japinha: o craque brasileiro da Copa até aqui, saiu aplaudido de pé pela torcida. Nota 9

 

12 JUN 2014

Quem vai ganhar a Copa

 

article-0-1A4FCF0C00000578-621_634x632

Falta muito pouco para começar o maior evento do planeta – fora a tomar chimarrão comendo bergamota numa tarde ensolarada de inverno na Redenção, é claro.

 

Vai ter Copa e vai ter Copa pra car@l&%!

 

E, por óbvio, quem gosta mesmo de futebol já tem os seus favoritos. Vou dizer a vocês, cautelosos leitores, os meus.

É impossível para qualquer um com alguma noção de futebol cravar o campeão, não existe uma seleção tão melhor que as outras para apontarmos um único favorito. E isso não é ficar em cima do muro (risos)…

 

Mas, e sempre tem um mas, vou dar a cara a tapa. Se for pra escolher apenas um, vou de Argentina. É a minha principal favorita. Mas, e aqui vai novamente um mas, divido as seleções em três grupos: os bem favoritos, os que podem vencer dependendo de alguns fatores, e aqueles que podem ser surpresas.

 

Os bem favoritos: Argentina, Alemanha e Brazil. É muito provável que pelo menos um desses três chegue na final, talvez até dois. São, sem dúvida, os três melhores times antes da Copa começar.

 

Os que podem ser campeão dependendo de alguns fatores: Espanha, Itália e França. A Espanha não está com o mesmo gás de 2010, mas é a atual campeã da Copa e bicampeã da Euro. A Itália chega desacreditada, o que multiplica suas chances por 10. A França tem a seleção europeia mais entrosada, e com o Ribery  cortado ninguém precisará acordar olhando para o ser humano mais feio da face da Terra, o que sempre ajuda.

 

Aqueles que podem ser surpresas: Uruguai, Chile e Inglaterra. O Uruguai é fraco, mas tem Suarez e Cavani e a defesa é uma muralha. O Chile é uma seleção faceira, aventureira, franco-atiradora e pode incomodar muito. A Inglaterra vem com humildade para uma Copa depois de muito tempo e o time é bom.

 

É isso, tenho um  favorito, três grandes apostas, três que vejo com  boas chances e três que com muita sorte podem chegar lá. O resto nem com macumba.

 

E vocês, quais seus favoritos??? Só não venham me falar na Ótima Geração Belga ou na eterna vice Holanda porque eu não nasci ontem!

10 JUN 2014

Quem não torcer pelo Atletico é mau caráter

foto(1)

Por razões óbvias esse post não se dirige aos torcedores do Real Madrid. Quem é torcedor madridista ou, por qualquer razão que seja, gosta do Real Madrid na Europa, pode parar de ler por aqui. Esse texto não é para nenhum de vocês.

 

A todos os outros: QUEM NÃO TORCER PELO ATLETICO DE MADRID É UM GRANDISSÍSSIMO MAU CARÁTER.

Os amantes do futebol, os verdadeiros, não os que assistem apenas ao seu time, mas aqueles que ficam zapeando os mais de duzentos canais da TV a cabo e tarde da noite encontram um jogo morto da Major League Soccer e lá deixam sintonizada a TV, estes, os verdadeiros apaixonados pelo esporte bretão não podem, em hipótese alguma, sob risco de condenação moral eterna, torcerem pelo Real Madrid.

 

O futebol mundial moderno se resume em constantes brigas de Golias contra Golias. Os Davis estão em extinção. A Espanha é o melhor exemplo. Dois gigantes monstruosos, Barcelona e Real Madrid, juntos, ostentam orçamentos maiores que todos os outros clubes de todas as divisões somadas do país. Ano após ano se revezam para saber quem levará o caneco espanhol. Ano após ano entram, no mínimo, como dois dos quatro favoritos à UEFA Champions League. Ano após ano dizimam os adversários locais. Não na temporada 2013/2014. HAY UM ATLETI!

 

Contra tudo e contra todos, enfrentando todas as adversidades e com um orçamento infinitamente menor que ambos, o Atletico de Madrid foi campeão espanhol.

 

Contra tudo e contra todos, enfrentando todas as adversidades e com um orçamento infinitamente menor que quase todos, o Atletico de Madrid chegou à final da UCL.

 

O futebol, meus amigos, é um perfeito exemplo do cinematizado “american dream”. É o sonho delirante no qual alguém, vindo do nada, pode fazer sua fortuna. O futebol, meus amigos, é o único esporte capaz de trazer à Terra a justiça divina de um clube apequenado – não pequeno, pois pequeno não é – mas menor, esmagado pelo abismo financeiro dos rivais.

 

Só o futebol pode devolver a seus amantes mais fiéis o sorriso sincero de quando éramos crianças e sonhávamos com um mundo perfeito. O mundo perfeito pode existir, e nele, o Atletico, após uma jornada épica, após batalhas espartanas, sagra-se campeão europeu frente ao seu maior e muito mais poderoso rival.

 

Quem realmente ama, do fundo do coração, o esporte mais praticado no mundo não pode deixar de torcer pelos comandados de Simeone. O futebol precisa dessa vitória. A história precisa dessa conquista.

 

Avante, guerreiros de Madrid. Contra a nobreza. Contra a soberba. Contra a injustiça. Contra o dinheiro. Pelo amor. Pela glória. Pela justiça.   VAMO SIMEONE! VAMO ATLETI, CARAJO!

 

É por isso que repito: quem não torcer pelo Atletico, comandado sob lágrimas de sangue pelo volantão Don Diego Simeone, é um grande mau caráter!

 

23 MAY 2014

A dura vida longe do RS

destaque-roth

 

Caros leitores, hoje vocês puderam ver o tamanho da encrenca que assumi ao vir treinar o Coritiba. Pro elenco  ser ruim tem que melhorar bastante. Vocês viram o gol que perdeu o Zé Love, sem goleiro, dentro da pequena área, ele e Deus, ninguém marcando, a bola na feição, no pé “bom”???

 

E por falar em Zé Love, olha, eu devo ter sido o carpinteiro que fez a cruz de Cristo pra merecer um ser desses em minha vida. O fato do Zé ter sido o espermatozoide vencedor já é um dos maiores mistérios da humanidade… QUE LOCO RUIM (resmungos)…

 

Mas aí os aproveitadores de plantão hão de salivar: “mas escala ele porque quer”… Já viram minhas outras opções de ataque? Jajá, um angolano e o Keirrison. Nem se o Papa fosse torcedor do Coxa teria como resolver o ataque desse time.

 

Na questão dos volantes não estou mal servido, tanto que o time tem jogado bem. Massacrou o Inter hoje em alguns momentos, mas a bola chegava no ataque e era um beco sem saída. A fase é tão ruim que tenho saudades do Perea e do Marcel (risos)…

 

Enfim, mesmo com tanta desgraça junta não perdemos, o que só reforça minha tese de que sou um milagreiro. Se o Coxa não cair mereço um busto no Couto Pereira. São Juarez do Couto!

 

Ainda continuamos atrás da primeira vitória no brasileirão. O futuro sorrirá para mim.

 

Fiquem com cautela, e dalhe COXA!

21 MAY 2014