Terça, 26 de junho de 2012 | 13h28

Presidente da associação que nivela preço da gasolina diz que não há cartel

Os postos apenas seguem recomendação para manter o mesmo preço dos demais.

TAMANHO DO TEXTO:

gasolina

Donos negam cartel e primam pelo combustível puro

PORTO ALEGRE, C.F – O reajuste no preço da gasolina dos Gaúchos está confirmado. Para os que preferem usar carro e moto ao invés de cavalo, o combustível será reajustado no primeiro dia de julho. Após muitos protestos e com a alta de quase 10% no preço nosso repórter investigativo, Giovani Gurizote, foi conversar com o pessoal que regulamenta e nivela os preços nos postos de Porto Alegre.

O Sr. José Antonio Machado, 43 anos, dono de uma rede de postos é também o Presidente da Associação niveladora de valores e explica como funciona a negociação:

- A gente senta e decide quanto vai cobrar. Depois manda um memorando para todos os postos de combustível da Capital obrigando a colocar o mesmo preço. Assim todo mundo paga caro, mas leva a melhor gasolina do RS e do mundo.

Quando questionamos se isso não seria uma espécie de “cartel”, Machado refuta categoricamente a acusação:

- Cartel é coisa de boxeador. Isso se chama união Gaúcha pelo melhor combustível. É só uma recomendação. Se não cumprir tudo bem, depois o nosso emissário faz uma visita aos postos e resolve a situação.

Tentamos entrar em contato com o emissário da Associação mas o mesmo não pode nos atender pois estava na aula de Jiu Jitsu.