Sexta, 15 de junho de 2012 | 11h12

Funkeiro é morto ao ouvir música em celular sem fone de ouvido

Assassino alega legítima defesa e polícia arquiva o caso.

TAMANHO DO TEXTO:

funk

Após ouvir música sem fone, funkeiro é assassinado

ALVORADA, RS – O jovem Paulo Fernando da Silva, funkeiro de 21 anos conhecido como MC Charrua, foi assassinado na manhã desta sexta-feira na cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre, por ouvir funk no celular sem fone de ouvido dentro do ônibus. O MC foi morto com 5 tiros de de revólver calibre 38 em plena parada de ônibus, logo após descer do veículo. O assassino, o comerciante Álvaro Leme, 31 anos, atirou no meio da população, numa das avenidas mais movimentadas da cidade. Ao ver o funkeiro cair morto os presentes aplaudiram a atitude de Álvaro.

- Eu não aguento mais esse tipo de música. E Esse pessoal tem fone de ouvido mas não usa – disse Leme.

A polícia levou o atirador para a delegacia mais próxima onde ouviu os motivos do assassinato e concluiu que o comerciante agiu em legítima defesa.

- O assassinato foi um momento de desespero do cidadão. Foi um momento de legítima defesa da sanidade mental dos passageiros do ônibus. Já estamos arquivando o caso – revela o delegado Roberto Azeredo.

O caso foi arquivado pelo Juiz Sandro Gonçalves e o comerciante liberado após o depoimento.