O Bairrista  / Esportes

15°
Me segue, chê!
Sábado, 8 de Julho de 2017

Vidraceiro do Beira-Rio processa o Inter por trabalho escravo

Todo final de semana ele tem que trocar as vidraças do estádio.

O Inter tropeçou em casa mais uma vez. O gol de Lucão colocou muito cedo o Criciúma na frente do placar, mas o zagueiro Klaus empatou no final do jogo. O empate afastou o colorado do G4 e irritou a torcida. É a segunda partida  consecutiva do Inter em casa sem vitóira, o que gerou uma série de protestos. E em dia de protesto, o homem que mais trabalha no Beira-Rio depois do Danilo Fernandes é o vidraceiro.

Com a carga de trabalho acima do normal, o vidraceiro do Beira-Rio decidiu processar o Inter. O profissional liberal acusa o colorado de trabalho escravo.

– Eu não tenho um final de semana de descanso. Isso tá passando dos limites.

Copiar

http://bit.ly/2uWIosX

Voltar para a página anterior