Segunda, 25 de junho de 2012 | 14h10

Após interdição do Beira-Rio, Inter quer o Morumbi

Advogados do caso Oscar já estão trabalhando para conseguir liminar

TAMANHO DO TEXTO:

morumbi

Morumbi agora é a nova casa do Colorado

A decisão do MP que interditou o Beira-Rio durante as obras da reforma para a Copa de 2014 não devem afetar o desempenho do Internacional no Brazileirão. A preocupação dos dirigentes era jogar em estádios pequenos de cidades remotas e reduzir a média de público nas partidas o que significaria prejuízo financeiro e no desempenho da equipe no campeonato. Porém, os competentes advogados do Inter, os mesmos do caso Oscar já encontraram uma solução para o Internacional não ter que jogar em pequenos estádios.

- Demos a ideia para o Presidente Luigi de tentarmos com o Morumbi a mesma manobra que pegou o Oscar do São Paulo e ele aceitou na hora. Já estamos entrando com um habeas corpus que permite ao Inter mandar suas partidas no estádio – afirma o advogado Ronaldo Canela, do escritório de advocacia Cravo, Canela & Espinho.

Os advogados do clube paulista estão tentando caçar a liminar que permite ao Inter mandar seus jogos no estádio do clube paulista. De acordo com o advogado, Flávio Buselin, se continuar nesse ritmo o Inter vai levar as 3 taças de mundiais do São Paulo.

- Primeiro foi o Oscar e agora nosso estádio. Em breve não teremos nem o Rogério Ceni para perder – disse Buselin.

O Presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio está preocupado com a crescente rivalidade entre os clubes e fez um convite aos colorados para que visitem a Parada Gay de São Paulo, onde os São Paulinos costumam se reunir anualmente.